Sábado, 25 de Maio de 2019 |
Foto © EPA/Zoltan Mihadak
Acidente provoca a morte na Hungria de estudante da Escola Pinheiro e Rosa (atualizada)

11:38 - 10/05/2019     1415 visualizações FARO
Imprimir
Uma jovem portuguesa de 16 anos morreu e um outro aluno da Escola Secundária de Pinheiro e Rosa, em Faro, ficou gravemente ferido na sequência de um acidente de viação em Budapeste, na Hungria, disse hoje à Lusa o secretário de Estado das Comunidades.

“Queria confirmar o falecimento de uma portuguesa e um outro ferido em estado grave no seguimento de um acidente grave, a cerca de 70 km da cidade de Budapeste”, avançou José Luís Carneiro.

A vítima mortal é a aluna Laura Angélica Bragança, do 10.° ano daquela escola.

O secretário de Estado afirmou ainda que a embaixadora portuguesa na Hungria está já a acompanhar de perto o assunto.

“A nossa embaixadora já está a desenvolver todas as diligências com as autoridades” para garantir apoio “quer em relação à família da [jovem] que acaba de falecer, mas também em relação [ao rapaz] que está hospitalizado com ferimentos graves”, afirmou.

De acordo com o secretário de Estado, a embaixada foi informada pela polícia local às 08:30 de hoje, sendo que o acidente aconteceu cerca das 04:00.

O minibus onde seguiam oito pessoas – seis jovens do ensino secundário e duas professoras, todos portugueses – “foi abalroado por outro veículo”, explicou José Luís Carneiro, adiantando que, no acidente “faleceu uma jovem com 16 anos”, enquanto “os outros foram transportados para o hospital Cegléd”, na Hungria.

O embate levou ainda um rapaz a ficar internado “em estado grave”, mas os outros portugueses “encontrar-se-ão bem”, referiu.

O secretário de Estado adiantou que já falou com os pais da aluna que morreu, tendo apresentado as condolências em nome do Estado português.

A Câmara de Faro já manifestou o seu pesar pela trágica ocorrência. “Nestas horas tão difíceis, enviamos à família, amigos, professores e colegas da Laura a expressão da nossa mais profunda consternação e solidariedade”, refere a autarquia em comunicado, acrescentando que os seus serviços “estão a acompanhar de perto toda a situação quer junto da família, quer junto do estabelecimento escolar, quer junto da Secretaria de Estado das Comunidades, envidando todos os esforços para que este doloroso processo se desenvolva com celeridade”.

O município informa ainda que todas as atividades letivas nos estabelecimentos escolares do Agrupamento de Pinheiro e Rosa estão interrompidas até segunda feira, dia 13 de maio.

Por: Folha do Domingo com Lusa

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos