Terça, 20 de Novembro de 2018 |
Maioria dos portugueses consegue conciliar o trabalho e a família

09:29 - 09/11/2018     75 visualizações NACIONAL
Imprimir
A conciliação entre o trabalho e a vida familiar não é um problema para as famílias portuguesas.

Esta é, pelo menos, a conclusão de um inquérito realizado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que procurou avaliar se atividade profissional condiciona de alguma forma as responsabilidades parentais, e vice-versa.

O inquérito, realizado junto de 1,6 milhões de trabalhadores com filhos menores de 15 anos (ou com outros dependentes a cargo), mostra que em 84,3% dos casos há a garantia de que vida familiar não interfere nas atividades laborais correntes.

Os “cuidadores” com mais dificuldades de conciliação - 22,4% - apontam a imprevisibilidade do horário ou horário atípico (afeta 6,8%) como o principal problema, seguido do horário de trabalho longo (5,1%) e do trabalho longo e extenuante (3,3%).

Ainda assim, na maioria dos casos as empresas facilitam o horário de trabalho. Cerca de55,9% dos trabalhadores por conta de outrem com responsabilidades parentais afirmaram ser geralmente possível alterar o seu horário de trabalho diário para prestarem cuidados aos filhos.

No entanto, serem dispensados por um dia de trabalho inteiro sem serem obrigados a tirar férias ou licenças é mais difícil: 58,5% dos inquiridos referiram ser raramente possível ou mesmo impossível poder ausentar-se do trabalho durante dias completos pelo mesmo motivo.

 

Por: Idealista

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos