Quarta, 19 de Setembro de 2018 |
Apelido - Caeiro

21:30 - 12/07/2018     259 visualizações OPINIÃO
Atualizado em: 12/07/2018
Imprimir
GENEALOGIA por Manuel da Silva Costa | mscosta2000@hotmail.com

Caeiro significa o que fabrica ou vende cal (fig. brasão). O apelido terá origem toponímica. Em Pontevedra existem vários lugares com esse nome (http://pagfam.geneall.net).

Da Galiza terão vindo Iria Afonso Caeiro e Lourenço Domingos Minastos, condes estrangeiros que no século XIV fundaram uma capela e custearam a reparação da Igreja de S. Cruz da Ribeira em Santarém, onde jazem.

Joham Caeiro, possível filho de Domingos e de Iria, veio para o Algarve e deixou uma herdade em Bela Salema a S. Maria de Faro.

Pedro Eanes Caeiro que seria filho do anterior foi casado com Leonor de Freitas (filha de Álvaro de Freitas e de Simoa Pessanha). Teve carta de perdão por bigamia pelo casamento com Maria Anes, celebrado em Lagos em 1449.

Gonçalo Caeiro, talvez filho de Pedro Eanes, foi escudeiro em 1470 e alfaqueque (resgatador de cativos Cristãos) em Alcácer-Ceguer, renunciando ao cargo em 1484. Foi ouvidor (magistrado de justiça) de Correição do Algarve em 1484, tabelião (notário) de Loulé por carta datada de 1487, escrivão da Câmara, negociou diretamente com el Rei D. Manuel a dívida contraída por Loulé à Coroa. Foram seus conterrâneos Jorge Caeiro, Joham Caeiro e o almotacé (fiscal de pesos e medidas) Cristóvão Caeiro, referidos em 1487 e 1493 (A. V. Loulé).

Gonçalo Mendes Caeiro, que seria filho de um dos anteriores, fundou a capela de S. Brás na Igreja Matriz de Loulé, sendo falecido antes de 1524.

Beatriz Caeira, possível filha de Gonçalo Mendes, casada com Simão Soeiro Neto, era dona de um lagar em 1487. Em 1522 "Antónia escrava de Biatriz Caera, criada de Pedro Mazcoro“, foi condenada a pagar coimas de Cristo. Beatriz faleceu em 1546.

Simão e Beatriz foram pais de Mem Rodrigues Neto (casado com Leonor Afonso); de António Mendes Neto (casado com Violante Álvares Pacheco e depois com Inês Pires); e de Nicolau Caeiro (casado com Beatriz Madeira).

Manuel Mendes Caeiro, filho de Mem e de Leonor, casou com a prima Mécia da Costa (filha de António e de Inês). Era em 1607 administrador da Igreja Matriz.

 

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos