Terça, 16 de Julho de 2019 |
Prémio de Poesia Manuel Neto dos Santos atribuído ontem a João Morgado

16:37 - 04/09/2015     52 visualizações SILVES
Imprimir
O escritor João Morgado, da Covilhã, foi o vencedor da primeira edição do Prémio de Poesia Manuel Neto dos Santos, criado pela Arandis Editora.

O nome do vencedor foi anunciado ontem, Dia do Município de Silves, pela Presidente dessa Câmara Municipal, Rosa Palma, numa cerimónia que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Esta primeira edição do Prémio de Poesia Manuel Neto dos Santos, criado pela Arandis Editora em homenagem ao poeta algarvio, no âmbito da celebração dos seus 25 anos de atividade literária publicada, contou ainda com a atribuição de uma Menção Honrosa.

A Menção Honrosa, anunciada pela Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Silves, Luísa Conduto Luís, foi atribuída a Sílvio Manuel Costa e Silva, de Paços de Ferreira.

Apesar de ter sido criado por uma editora algarvia e em homenagem a um Poeta algarvio, este prémio literário tinha dimensão nacional, tendo recebido trabalhos de diversos pontos do país.

Na sua intervenção, Nuno Campos Inácio, representante da Arandis Editora, recordou os nomes de vários escritores naturais do concelho de Silves e de descendentes de famílias desse município, realçando que a criação deste prémio literário, cujo vencedor é anunciado no Dia do Município de Silves, pretende ser, igualmente, uma singela homenagem a esses vultos das Letras. 

Manuel Neto dos Santos, homenageado, declamou um dos seus poemas inéditos, como agradecimento pela cerimónia realizada.

 

Sobre o vencedor:

João Morgado nasceu em 1965, em Aldeia do Carvalho, Covilhã.

É formado em Comunicação pela Universidade da Beira Interior e tem um mestrado em Estudos Europeus na Universidade de Salamanca, Espanha. Trabalhou como jornalista e, para além da imprensa regional, escreveu no diário “Público” e semanário “Sol”. Consultor de comunicação nos meios empresariais e políticos, é atualmente chefe de Gabinete do Presidente da Câmara de Belmonte. Já exerceu iguais funções nas câmaras de Castelo Branco e Covilhã.  

Na literatura, afirmou-se com dois romances: «Diário dos Infiéis», 2010, e  «Diário dos Imperfeitos», 2012. Estas duas obras foram adaptadas ao teatro pela ASTA – Associação de Teatro e outras Artes.

Entre os livros publicados, destacamos ainda  «Meio-Rico», contos, 2011; «Pássaro dos Segredos», conto ilustrado, 2014; «Para Ti»,poesia, 2014.

Este ano lançou no mercado «Vera Cruz», um romance biográfico de Pedro Álvares Cabral e «Cabralito», um livro ilustrado para crianças sobre o mesmo navegador.

É coordenador do Diáspora – Festival Literário de Belmonte

Recebeu os seguintes prémios:

2015

·  Prémio Literário de Poesia, Arandis - Manuel Neto dos Santos

·  Prémio Nacional de Literatura Lions de Portugal 2015

·  Prémio Literário Fundação Dr. Luis Rainha Correntes D’Escritas 2015

·  Prémio Literário Alçada Baptista 2014

 

2012

·  Prémio Literário Vergílio Ferreira 2012

 

 

Fonte: Nuno Campos Inácio (Arandis Editora)

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos